10 dez 2021

ASSERJ assina Protocolo de Intenções com Tribunal de Justiça e Secretarias do Estado do Rio

A ação irá capacitar jovens para trabalhar nas redes supermercadistas

 

Nesta quinta-feira (9), aconteceu a assinatura do Protocolo de Intenções para firmar a parceria da ASSERJ com o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, e as secretarias de Educação, Trabalho e Renda, e Ciência, Tecnologia e Educação para apoiar a reinserção de jovens que cumprem pena no Departamento Geral de Ações Socioeducativas (DEGASE) ao mercado de trabalho.

 

Na cerimônia, Fábio Queiróz, presidente da ASSERJ, afirmou que este projeto é parte fundamental do propósito da associação, e destacou a importância de acreditar e investir na reinserção desses jovens na sociedade:

“O que nos foi pedido, na conversa inicial sobre o protocolo, foram empregos. Mas a gente vai além, vamos também capacitar eles com cursos, em parceria com as secretarias que aqui firmaram o acordo. Isso é o fundamental! Nosso propósito a longo prazo é estender essa parceria aos familiares dos jovens, formar diversas turmas. Nós verdadeiramente vamos acompanhar os jovens que tiverem a concessão da liberdade assistida. Não é meramente uma ação social, é um acolhimento com dignidade. A gente treinando essas pessoas, vamos enchê-los de conhecimento e esperança. Vamos fomentar a competitividade do bem!”.

 

Protocolo de Intenções

A ação irá atender a jovens que serão selecionados após passar por uma triagem realizada pelo próprio DEGASE. Os cursos da ASSERJ serão ofertados a 400 jovens, onde os 30 de maior desenvoltura terão seus currículos disponibilizadas aos associados da ASSERJ, onde 10 serão contratados do Natal.

 

A iniciativa irá proporcionar cursos on-line para preparar os jovens para trabalharem em supermercados. Como formação adicional, haverá apoio para os ensinar a preparar currículos, e fazer entrevistas de emprego.

 

Em entrevista a ASSERJ, o delegado Victor Poubel, Diretor do DEGASE, falou sobre a importância do Protocolo:

“O acordo é um marco para o Rio de Janeiro, é um trabalho que as várias instituições estão desenvolvendo e acreditando! É um marco na socioeducação do Estado do Rio de Janeiro. É oportunizar a esses jovens em conflito com a lei, quando sair do sistema socioeducativo, um emprego, o direito deles proverem seu próprio sustento. Então a visão que o Degase tem é que o Estado, e a sociedade muito irá ganhar com essa parceria. É o Estado acreditando que esses jovens irão, e podem, se reintegrar e viver dignamente perante todos”.

 

Garantia de dignidade

Após a conclusão do curso, os currículos dos dez participantes de maior destaque no programa serão compartilhados com os setores de RH dos associados da ASSERJ, para que os jovens possam concorrer a oportunidades de trabalho.

 

Um destaque desse programa é que apenas o RH terá acesso às informações pessoais a respeito do histórico dos jovens, para que não sofram nenhum tipo de descriminação, assegurando assim a privacidade deles. Com a capacitação gerada pelos cursos, os jovens poderão concorrer a diversas vagas, como estoquista, repositor, auxiliar de logística e empacotador. 

 

Em breve, a ASSERJ irá divulgar o modelo de participação para os associados interessados em participar do programa.

 

Solenidade

Estavam presentes na cerimônia o presidente da ASSERJ Fábio Queiróz, o delegado Dr. Victor Poubel do DEGASE, o secretario Dr. Patrique Welber da Secretaria Estadual de Trabalho e Renda, o secretario Dr. Sérgio Luiz Azevedo Filho da Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, o presidente Sérgio Duarte da Associação de Indústrias do Estado do Rio de Janeiro.

 

Além do desembargador e presidente do Tribunal de Justiça, Henrique Carlos de Andrade Figueira, o desembargador Marcus Henrique Pinto Basílio que é 2º Vice Presidente do Tribunal de Justiça e Supervisor do Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário, o secretário de Estado de Educação, Alexandre Valle.

 

Deixe uma resposta