04 nov 2020

Registro SIM – Supermercado do Rio é o primeiro do Brasil com autorização para fabricar produtos alimentícios

Redes podem se tornar pequenas indústrias com a produção de carne moída, hambúrguer, linguiça, entre outros.
Os produtos poderão ser vendidos em todo território municipal e fomentar a economia

O Supermercado Zona Sul do Recreio dos Bandeirantes, que integra a Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro (ASSERJ), é o primeiro supermercado do Brasil a implementar o Registro SIM-Rio – Serviço de Inspeção Municipal do Rio de Janeiro. A conquista permite ao supermercado produzir produtos alimentícios e distribuí-los ao longo do município.
A cerimônia de certificação ocorreu, na loja, na tarde de sexta-feira, dia 30/10, com a presença de representantes da ASSERJ, como o presidente Fábio Queiróz, a superintendente Keila Prates e a nutricionista Bianca Costa, além dos gestores do Zona Sul, como a Marisa Leta, diretora de RH e Operações e a médica veterinária da rede, Christina Fagundes. Estiveram presentes também a equipe da Subsecretaria de Vigilância, Fiscalização Sanitária e Controle de Zoonoses do Município do Rio, entre eles a Secretária Municipal de Saúde, Dra. Beatriz Busch, o Flavio Graça, Superintendente de Inovação, Pesquisa e Educação e a Subsecretária de Vigilância Sanitária, Márcia Rolim.
Com o registro do SIM, os supermercadistas poderão manipular e comercializar artigos de fabricação própria (como carne moída, hambúrguer, linguiças, entre outros) em um ambiente controlado e adequado às normas sanitárias. Ou seja, permite o descongelamento técnico e a venda de carne moída em bandejas, espetinhos e bifes a rolê e à milanesa, entre outros produtos, por exemplo. De acordo com o presidente da ASSERJ, Fábio Queiróz, todos ganham com a adesão do selo, principalmente o cliente, que terá mais opções de compra. “Essa conquista permite a liberdade de criação de novos produtos industrializados produzidos pela própria loja. Uma parte do estabelecimento se torna uma indústria, legalizada e fiscalizada, de uma maneira que o alimento chegue com muita segurança ao consumidor”.

Ele explica como o decreto muda a operacionalização dos supermercados. “Agora é possível ter centrais de distribuição, onde podem ser feitos fatiamentos e descongelamento técnico de produtos para fracionamento. Mas, o grande ganho para o setor é a comercialização da carne pré-moída para quem tem o SIM. Isso traz praticidade para o consumidor que terá, à disposição, vários cortes de carnes com certificação e total segurança dos alimentos”, afirma o presidente.

Outra vantagem é a fomentação da economia local. A maioria das grandes redes de supermercados do Rio já deu entrada no pedido e, atendendo todas as exigências, terá a certificação.

A nutricionista da Associação de Supermercados do Rio, Bianca Costa, explica que o Serviço de Inspeção Municipal vem garantir a qualidade do produto de origem animal. “Todo produto para ser manipulado precisa seguir determinadas normas, e com o registro SIM o cliente tem a certeza que a Vigilância foi ao estabelecimento e poderá levar um alimento seguro para ele e sua família”.

O mercado que não tiver o registro, continuará comercializando os produtos de origem animal na forma de autosserviço, ou seja, como é feito atualmente.

Segundo a Secretária Municipal de Saúde, Dra. Beatriz Busch, o SIM dará oportunidades para a expansão de atividades que antes não eram regulamentadas na cidade, o que gerará empregos e fomentará a economia. “Hoje é um momento de alegria para a Vigilância Sanitária e para a cidade do Rio de Janeiro. O selo é uma exigência e garantia de qualidade aos produtos comercializados”.

Para a Médica Veterinária da rede Zona Sul, Christina Fagundes, esse registro é uma satisfação muito grande. “É uma iniciativa muito importante para o empreendedor e consumidor. A medida garante toda a cadeia produtiva do produto manipulado na loja e mostra que o empreendedor trata o cliente com respeito”.

Marisa Leta, diretora de RH e Operações do Zona Sul reconhece a vitória. “Para a rede é simplesmente uma honra ser o primeiro supermercado do Rio de Janeiro a conquistar o selo”.

Deixe uma resposta