07 jul 2020

8 de Julho – Dia do Padeiro: Prezunic celebra liderança feminina na padaria

Uma mulher liderar um time inteiro de padeiros ainda é pouco comum. Mas, para Adriana Santos, a situação é rotina. Há cerca de um ano, ela gerencia a padaria do supermercado Prezunic Barra, na Zona Oeste do Rio, e também é responsável pela formação de todos os profissionais do setor recém-chegados ou promovidos para atuar nas 30 lojas da rede de supermercados carioca. Os bons resultados dessa liderança merecem comemoração nesse 8 de Julho, Dia do Padeiro.

Confeiteira de formação, ela se considera “um pouco padeira” e respeita os profissionais que, sob sua liderança, refinam os conhecimentos adquiridos ao longo dos anos de profissão. Um dos seus liderados, o auxiliar Christyan Diniz a chama de “professora”.

“Minha função, hoje, não é a de meter a mão na massa, mas cuidar para que tudo seja produzido com a máxima qualidade. Respeito muito os padeiros. Muitos têm até mais tempo de padaria do que eu, e também aprendo com eles. Na verdade, é uma troca de experiências. No fim, o resultado é de toda a equipe”, afirma Adriana.

Na loja da Barra, onde Adriana atua, o padeiro mais experiente elogia a liderança feminina. Sérgio Costa, 49 anos, está há 20 na profissão. No Prezunic desde 2012, ele ressalta a diversidade, a união e a troca de experiências como as principais qualidades de uma equipe de padaria.

“Não vejo qualquer diferença em relação a sermos liderados por uma mulher. O que importa é o bom relacionamento e o resultado. Aqui, cada um traz uma experiência diferente e temos chances de aprender, crescer e ensinar”, diz Sérgio.

Apaixonado pela profissão, mesmo quando está em férias, Sérgio não consegue deixar de fazer o pão de cada dia.

“Quanto entro em férias, aviso aos padeiros da região onde moro que estou disponível e acabo trabalhando temporariamente em padarias próximas. Essa é a minha vida. Não gosto de ficar parado”, afirma o padeiro.

Histórias que inspiram

Entre os auxiliares de padaria do Prezunic, William Medeiros, 24 anos, aprendeu o ofício depois que chegou à empresa, há 7 meses.

“Antes, eu trabalhava em restaurante. Aprendi a ser padeiro aqui, com esse time. Acreditaram no meu potencial e quero seguir firme na profissão”, afirma William.

Há 5 anos na padaria, Gutemberg Bastos busca ir adiante e prepara-se para ser gerenciador, seguindo os passos de Adriana.

“Comecei trabalhando no setor de laticínios e me coloquei como interessado em atuar na padaria. Me deram essa oportunidade, e fico feliz com essa nova possibilidade de crescimento”, relata Gutemberg.

Outra mulher também convive diariamente com o time de padeiros do Prezunic na Barra. Há 12 anos na rede de supermercados carioca, Enan de Oliveira, 47, é a confeiteira da equipe e também aprendeu a profissão na empresa.

“Eu trabalhava em outro setor, mas queria ter uma profissão específica.  Hoje, posso dizer: ‘Sou confeiteira’. Aprendi tudo aqui”, diz Enan.

Gerenciador da padaria do Prezunic em Botafogo, Hélder Monteiro, 35 anos, foi quem percebeu o potencial da colega Adriana e deu a ela a oportunidade que a fez chegar ao setor e se tornar gerenciadora. Há 13 anos na rede de supermercados carioca, ele era auxiliar de padeiro. De início, atuou no setor de mercearia, até surgir a vaga na padaria.

“A Adriana trabalhava na frente de loja e pediu uma chance para atuar na padaria, pois confeccionava bolos nas horas vagas. A empresa tem isso de bom. Pega a pessoa que tem o interesse e dá a oportunidade”, observa Hélder.

Como fazer pão francês em casa? | Cozinha Paranaense | Gshow

Pão quentinho em casa

Todas as 30 lojas do Prezunic possuem o setor de padaria e confeitaria, com ofertas de diversos tipos de pães, bolos, tortas e doces em geral. Durante a pandemia, para os clientes que passaram a não frequentar o supermercado diariamente, a rede carioca passou a oferecer a opção do pão francês congelado para ser assado em casa, garantindo o produto quentinho todos os dias. A ideia é sucesso.

Cliente da loja de Botafogo, o bancário Teodoro de Oliveira, 49 anos, aprova a iniciativa.

“A ideia de podermos assar nosso próprio pão é excelente, já que, por causa do isolamento, não dá para sair todos os dias, como eu fazia antes. Agora, temos aquele cheirinho de pão quentinho em casa novamente”, comemora Teodoro.

Sobre o Prezunic

A primeira unidade do Prezunic foi aberta em 2002. A rede de supermercados atua no Estado do Rio de Janeiro, com um Centro de Distribuição e 30 lojas distribuídas entre a capital, Região Metropolitana e Baixada Fluminense, empregando cerca de 6 mil pessoas diretamente. Em 2011, a empresa passou a integrar a Cencosud, um dos maiores varejistas da América Latina, com mais de 50 anos de expertise no setor.

Fonte: Assessoria de Imprensa

One Comment

  • Júlio Cesar 7 de julho de 2020

    Parabéns Adriana por guiar tão bem a sua equipe e preparar a queles que estão começando e almejando chegar onde vc chegou vc e um exemplo a ser seguido.

    Reply

Deixe uma resposta