26 jul 2019

Nos 100 anos do Leblon, Pão de Açúcar promove exposição e shows de Bossa Nova

O Leblon completa 100 anos em 26 de julho de 2019. Para celebrar a data, o Pão de Açúcar está promovendo várias atividades na unidade do bairro. Do dia 24 a 31 de julho, a loja receberá a exposição “100 Anos de Leblon”, que conta com fotos e crônicas a história do bairro desde os seus primórdios no início do século XX. A Bossa Nova, gênero musical identificado com o bairro pelos inúmero músicos que cantaram e viveram no Leblon , também será lembrada com shows  dos instrumentista Igor Eça (voz e violão) e do músico e cartunista Renato Aroeira (sax e voz), na loja do Leblon, na sexta e no sábado (26 e 27/7), das 18h às 21h. Os eventos são abertos ao público e gratuitos.

“Para a rede é um presente estar há tantos anos no Leblon, inserida no cotidiano dos moradores. Contar um pouco da história desse local com fotos e música é uma singela forma de celebrar com nossos clientes essa data tão importante”, destaca o coordenador de marketing do Pão de Açúcar no Rio de Janeiro, Bruno Soares.

A mostra reúne 70 fotos, distribuídas em nove painéis, contando a história do bairro desde quando o local era considerado uma aldeia até se tornar parte da história da Rio de Janeiro com suas belezas naturais, a vida agitada e ao mesmo tempo pacata dos mais antigos. As imagens foram retiradas do livro “O Antigo Leblon: Uma aldeia encantada”, do historiador Rogério Suarez, 87 anos, responsável pelo livro que já está na quinta edição e este ano ganha uma nova versão em capa dura que ficará disponível também online.

“É uma iniciativa louvável permitir que o morador, principalmente as novas gerações, conheçam a história do bairro. Sou autor das crônicas que acompanham as fotos, mas elas falam por si e pelos que as doaram. O Pão de Açúcar já brinda seus frequentadores disponibilizando piano para músicos diversos, agora oferece mais uma atração para os moradores do Leblon”, comemora Rogério.

O livro que inspira a exposição está cheio de curiosidades, como a certidão de casamento do Charles Leblon, de 1839, proprietário do terreno onde foi erguido o bairro; o nascimento da Av. Niemayer, em 1920; a tradicional corrida de baratinhas (carros), em 1935. Tem, ainda, registros da “Rua do Pau”, hoje Conde Bernadotte, via por onde se iniciou a urbanização do bairro. E os registros das acirradíssimas partidas de futebol de areia, que contavam com a cobertura da grande imprensa da época, e times locais como Grêmio e Monte Castelo.

Serviço:

Exposição: 100 Anos de Leblon

Período: 24 a 31 de julho

Horário de funcionamento: de seg à sáb, de 7h às 23h. Dom: de 7h às 22h.

Shows: Igor Eça (voz e violão) e Renato Aroeira (sax e voz)

Datas e horário: 26 e 27 de julho, das 18h às 21h

Endereço: Rua. José Linhares, 245 – Leblon, Rio de Janeiro

Entrada franca!

 

Deixe uma resposta