21 out 2021

Investimento em energia fotovoltaica gera economia para rede de supermercados de Petrópolis nestes tempos de crise energética

Rede Armazém do Grão começou investimento em placas solares em 2019

 

Dependente das hidrelétricas, a produção de energia do país está sendo impactada diretamente pela pior crise hídrica dos últimos 91 anos. Esta não é a primeira vez que o Brasil passa por uma crise de abastecimento energético. Em 2001 a situação foi tão crítica que foi necessário realizar cortes programados da demanda para que o sistema de distribuição elétrico pudesse dar conta do abastecimento.

 

Pensando em sustentabilidade e também na geração de energia limpa desde 2019, a rede de supermercados Armazém do Grão vem enfrentando essa crise de forma mais suave, fruto do planejamento de sua diretoria e investimentos em sustentabilidade.

 

“O Armazém do Grão vem apostando na implementação de um conjunto de ações voltadas para sustentabilidade, ao mesmo tempo em que perseguimos a redução nos custos. Estamos sendo bem sucedidos em ambas as metas. Nesta época de crise hídrica e de questionamento da matriz energética brasileira, nossa empresa vem hoje colhendo os frutos de sua decisão de investir em outra modalidade de geração de energia, mais limpa e mais barata. Contamos hoje com 1.560 placas solares, em uma área instalada de 3.200 m2. Também contamos com mais de 2 mil lâmpadas LED, que substituíram as lâmpadas fluorescentes, que consomem muito mais energia”, explicou Osmar Rodrigues, Gerente de Planejamento da empresa.

 

De acordo com Osmar Rodrigues, a implantação dos serviços de Geração Solar já gerou economia para várias lojas, como por exemplo a do bairro Valparaíso, cuja conta de energia elétrica com o novo sistema sofreu uma redução de cerca de 39% na fatura.

 

Segundo levantamento recente da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), o gasto de energia elétrica é o segundo maior desembolso dos varejistas, atrás somente da folha de pagamento, representando um dispêndio de mais de R$ 3 bilhões no mercado.

 

“Economia de energia, sustentabilidade e prazos de retorno são, na prática, as principais bandeiras do consumo consciente. Estamos fazendo nossa parte. Revertemos a economia em preços diferenciados, ampliação de nossas lojas e contratação de colaboradores, o que vai impactando no crescimento da empresa e também potencializando a economia de nosso município”, declarou Antoane Corrêa, diretor-presidente da rede de supermercados, destacando outro ponto importante nesta aposta em energia limpa: “ Diminuindo o consumo de energia da rede convencional, também evitamos sobrecarga e apagões, uma outra forma de contribuirmos com nossa comunidade, principalmente nestes tempos de crise energética”, completou.  

 

Ou seja, sustentabilidade e lucratividade podem sim andar de mãos juntas. A rede de supermercados Armazém do Grão é um exemplo disso e está dando sua contribuição para o meio ambiente, sem descuidar da busca pela redução de custos.

 

 

Sobre a rede Armazém do Grão

A rede Armazém do Grão de supermercados está sediada em Petrópolis, conta com nove lojas físicas, uma loja exclusiva para seu e-commerce, um Centro de Distribuição (CD), possui cerca de 700 colaboradores e completou, em julho deste ano, 13 anos de existência.

 

A rede também criou uma Universidade Corporativa, com o objetivo de capacitar seus funcionários e assim proporcionar o desenvolvimento profissional na própria empresa; faz constantemente investimentos em tecnologia: foi a primeira a investir no self-checkout (caixas de autoatendimento) e na energia solar na região serrana do Rio de Janeiro.

 

O Armazém do Grão registrou um crescimento substancial nos últimos cinco anos e, mesmo com as dificuldades sociais e econômicas geradas pela pandemia de Covid-19, não hesita em continuar investindo em Petrópolis e gerando uma série de novos postos de trabalho. 

 

Setor que mais instala sistemas solares no Brasil

O volume de módulos fotovoltaicos instalados no Brasil atingiu a marca de 4,88 gigawatts (GW) no primeiro semestre de 2021, superando o volume do ano todo de 2020.

 

Dentre os consumidores comerciais, o varejo, com destaque para os supermercados, é o setor que mais instala sistemas solares, com 38% das aparelhagens em atividade no Brasil.

 

Essas informações constam do “Estudo Estratégico – Geração Distribuída: Mercado Fotovoltaico”, da Greener, que trabalha com informações para guiar a transição energética no Brasil.

 

A pesquisa prova que mais de 74% das instalações comerciais foram direcionadas para essa categoria, evidenciando, assim, uma tendência considerada natural pelas empresas que apostam na sustentabilidade, como é o caso da rede de supermercados Armazém do Grão.

 

“Nosso objetivo é continuar sempre contribuindo com nossa cidade, gerando novidades e oportunidades no setor de varejo”, enfatiza Antoane Correa.

Deixe uma resposta