27 abr 2020

Secretaria de Agricultura disponibiliza material online sobre como fazer uma horta em casa

A Secretaria de Agricultura mantém, de forma gratuita, o projeto Hortas Urbanas, que tem como objetivo ensinar a montagem de pequenas hortas dentro de casa.

As aulas presenciais estão suspensas em função da pandemia do coronavírus, mas o video e o material informativo estão sendo disponibilizados pela internet, onde também é possível tirar dúvidas com técnicos.

– Nosso objetivo é oferecer as informações necessárias para que todos possam cultivar alguns alimentos em casa. Com a pandemia estamos pedindo que as pessoas fiquem em casa, essa é uma medida de proteção. Mas queremos mostrar que mesmo em casa é possível cultivar essas mudas e ter uma alimentação saudável – explicou o secretário de Agricultura, Marcelo Queiroz.


O projeto é gratuito e aberto a qualquer pessoa que queira aprender mais sobre como criar uma pequena horta. Através do material disponibilizado, são ensinadas noções sobre manejo do solo, plantio de sementes, cuidados com as mudas, técnicas de combate às pragas e insetos de maneira natural, sem agredir o meio ambiente, preservando a natureza. As pessoas também podem aprender sobre reaproveitamento de alimentos e como fazer uma composteira caseira, que é a transformação dos resíduos orgânicos em adubo.

– O projeto tem como objetivo promover o cultivo de alimentos saudáveis, livres de agrotóxicos promovendo a segurança alimentar, além de envolver a família e incentivar esse tipo de ação em casa – explicou Lilian Parreira, pedagoga e assessora técnica da Secretaria de Agricultura.

Quer saber mais sobre o projeto Hortas Urbanas e ter acesso ao material online? Acesse o site
www.rj.gov.br/secretaria/agricultura
ou envie um e-mail para
[email protected].

Curso de Hortas Urbanas

A ação da Secretaria de Agricultura já passou por diversas regiões do Estado do Rio de Janeiro, como São Gonçalo, Nova Iguaçu, Santo Antônio de Pádua, Honório Gurgel, Maria da Graça, Glória, entre outros. Ao todo, cerca de 500 alunos foram atendidos.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Deixe uma resposta