Associação de Supermercados do Rio doa 600 cestas básicas para mulheres do programa Patrulha Maria da Penha. Ação acontece em parceria com a Polícia Militar em prol das mulheres em situação venerável

maria_da_penha2
patrulha_logo
maria_da_penha1

A Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro (ASSERJ) e a Secretaria de Estado de Polícia Militar realizaram uma ação humanitária em apoio à Patrulha Maria da Penha- Guardiões da Vida. No Quartel General da Polícia Militar, no centro do Rio, as duas instituições distribuiram cestas básicas para 600 mulheres assistidas pelo programa.

Criado em agosto de 2019, o programa da Polícia Militar apoia vítimas de violência doméstica e fiscaliza o cumprimento de medidas protetivas. Somente em 2020, com a pandemia, a situação dessas mulheres agravou drasticamente: 67 foram assassinadas, a maioria por companheiros ou ex-companheiros.
As cestas básicas atenderam às necessidades urgentes de mulheres que se encontram em situação de vulnerabilidade. A doação beneficiou indiretamente cerca de 6 mil pessoas, a maioria crianças.

Segundo o presidente da ASSERJ, Fábio Queiróz, a gratidão de poder realizar essa ação é enorme.

“Sabemos o quanto essas mulheres sofrem, e ficaram em situações agravantes na pandemia. É extremamente importante para nós do setor supermercadista poder contribuir para levar um pouco de alento e felicidade a elas, ainda mais nesse dia tão relevante. Elas merecem demais”.

A distribuição das cestas básicas ficou a cargo das equipes do programa instaladas nos 39 batalhões e três Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) da Corporação. Uma ação humanitária semelhante foi realizada no início da pandemia da Covid-19, no segundo bimestre do ano de 2020. Com o recrudescimento da crise sanitária, no início de 2021, houve uma nova mobilização.

“Não posso deixar de agradecer a visão humanitária dos empresários que estão à frente da ASSERJ. Da mesma forma, expresso meu orgulho em comandar uma Corporação que assumiu plenamente a missão de servir e proteger a sociedade”, disse o Coronel PM Rogério Figueredo de Lacerda, secretário da SEPM”.

 

Quer ajudar a Patrulha Maria da Penha?
Acesse: https://www.instagram.com/patrulhamariadapenharj