DATA17/07

CARGA HORÁRIA: 8 horas: de 9h às 17h

LOCAL: Rua do Arroz, 90 – 4º andar – Grupos 443 a 466 – Mercado São Sebastião – Penha – Rio de Janeiro

OBJETIVOInformar sobre o cenário macro de desperdício de alimentos, o volume representado pelo varejo Brasileiro (foco em FLV), as perdas financeiras e impacto sócio ambiental. Sensibilizar e abrir consciência para a relação individual com esses resultados e na colaboração para a construção de soluções sobre o problema coletivo.

PÚBLICO ALVOProfissionais do setor de FLV.

METODOLOGIA: Utilizamos a ‘Teoria U’ (Dr. Otto Scharmmer_Colab_ MIT Sloan Management School_Presencing Institute – www.presencing.com/theoryu,

Metodologia social de aprendizado coletivo com o propósito de preparar indivíduos para os desafios atuais, que envolvem o bem-estar do indivíduo, do planeta e das futuras gerações. O processo é vivido em 3 fases macro: sentir, presenciar e realizar.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

  • Co.iniciar – apresentação individual;

dinâmica de reconhecimento e intenções, individuais e coletivas para a jornada;

apresentação do cenário macro do desperdício de alimentos e recorte do varejo.

  • Co.sentir – Apresentação de dados relação desperdício x fome x meio ambiente ( apoio de conteúdo audiovisual);

Roda de conversa sobre os impactos sociais, ambientais e financeiros gerados pelo desperdício (perguntas, respostas e espaço de fala).

  • Pausa almoço
  • Co. Inspirar – Exibição de vídeo (novas perspectivas para reduzir desperdício de alimentos);

Dinâmica guiada para a reflexão individual sobre o tema.

  • Co.criar – dinâmica em grupos de idealização livre na construção de um novo cenário (problema|solução);

apresentação das ideias (seleção);

  • Co.criação de ideias para novas práticas;

sistematização do guia de novas práticas individuais e coletivas (pessoal x ambiente de trabalho).

  • Co.finalizar – Dinâmica de encerramento em roda;

Intenções que deixa e aprendizados que leva.

APRESENTAÇÃO

Claudia Maria Lima  – É paraense, comunicóloga, empreendedora social, facilitadora em processos de transformação alimentar e fundadora do Comida é Afeto. Nos últimos cinco anos, a partir de estudos mais aprofundados sobre o alimento, o sistema alimentar, duas formações em Teoria U, iniciou uma transformação em si, em suas relações pessoais e profissionais. De lá pra cá, busca estar alinhada aos princípios da inovação social, sustentabilidade e da regeneração nas suas relações com a vida através do alimento. Praticante da comida de verdade, acredita que através das nossas escolhas alimentares, podemos mudar as nossas relações com o mundo.

Reginaldo Albuquerque – Carioca, comunicólogo formado em Marketing pela Universidade Veiga de Almeida. Trabalhou no mercado tradicional nas áreas de administração e comercial. Atualmente, participa em empresas como parceiro estratégico para desenvolvimento de produtos e serviços. Empreendedor desde 2015, é fundador do Comida é Afeto. É também profissional de mídias sociais e fotógrafo.

Para mais informações:
(21) 2584-6339
[email protected]