24 jan 2019

Os impactos das novas tecnologias no dia a dia do trabalho

Os computadores que aprendem estão se tornando cada vez melhores de forma cada vez mais rápida. Como nosso cérebro está acostumado a um mundo linear, sempre somos surpreendidos quando nos deparamos com tendências exponenciais. É exatamente isso que acontece hoje com a inteligência artificial e com o “machine learning”, apenas para citar dois termos muito populares relacionados às novas tecnologias. Não há dúvidas de que elas alterarão, definitivamente, a interação entre seres humanos e as máquinas criadas por nós.

Estamos no início de uma grande transformação da nossa sociedade, cujo impacto no dia a dia do trabalho será enorme. Há muitas evidências de que, em um futuro próximo, algumas profissões não existirão como são hoje. Entretanto, novos e melhores postos de trabalho serão criados e exigirão profissionais com novas habilidades e comportamentos, tais como criatividade e engajamento.

Este novo profissional será, necessariamente, parceiro de máquinas inteligentes. Há mais de uma década, o renomado campeão mundial de xadrez Garry Kasparov perdeu pela primeira vez para o supercomputador Deep Blue. Entretanto, nos dias de hoje o supercomputador não é mais o campeão mundial de xadrez. Nem um ser humano ostenta mais esta posição. Nos dias atuais, os melhores resultados em torneios de xadrez, nos quais é permitida a participação de times formados por máquinas e humanos, os vencedores não são os supercomputadores nem os super enxadristas. Os vencedores são sempre as equipes que trabalham da melhor forma, somando as habilidades naturais humanas e “artificiais”.

Nosso futuro pode ser brilhante se tivermos a competência de promovermos a melhor parceria com as novas tecnologias. Conquistar este sonho de uma sociedade melhor e de um mundo do trabalho maior e com mais significado só depende de nós!

Sobre o autor

Flávio Souto Boan é diretor executivo da Falconi. Graduado em Engenharia Elétrica e mestre em Engenharia de Produção pela UFMG, Flávio é consultor na empresa desde 1994. Desempenhou todas as funções na área técnica da organização, desde analista até Consultor Líder de Projetos. Tem experiência na liderança de projetos de melhoria de resultados em praticamente todos os segmentos da economia, em organizações públicas e privadas no Brasil e no exterior. Atualmente, é responsável pelo segmento de Varejo da Falconi.

Artigo publicado na coluna FALCONI RESPONDE da revista Super Negócios (janeiro/2019)

Deixe uma resposta