Gerson04
27 out 2017

SEMANA DA DIVERSIDADE GPA: CONHEÇA A HISTÓRIA DE GERSON CRUZ, GERENTE GERAL COMERCIAL, QUE ATUA HÁ MAIS DE 20 ANOS NO VAREJO SUPERMERCADISTA

Amor e gratidão ao varejo supermercadista. São esses os sentimentos que Gerson Cruz, 35 anos, Gerente Geral Comercial do GPA – Multivarejo, possui em relação ao setor. O paulista, que atualmente reside no Rio de Janeiro, atua há nada menos do que 20 anos no varejo. Iniciou a carreira como empacotador em uma loja do Grupo Pão de Açúcar. “Passei por todas as sessões, desde operador de caixa, açougue, peixaria, até ir para o escritório”, lembra Gerson.

Este mês, o GPA lançou a Semana da Diversidade, onde reforça as diferenças de cada indivíduo. No GPA todos podem crescer e fazer a diferença.

Confira a entrevista na íntegra e se inspire com a história brilhante desse profissional. 

ASSERJ: Nos conte um pouco de sua história de vida.

Gerson Cruz: Sou negro, filho de um baiano e uma mineira, quando criança morei na favela de Heliópolis em São Paulo. Minha casa era um lugar de amor e respeito. Infelizmente perdi meus pais na adolescência. Minha família era apenas eu e meu irmão caçula. Comecei a trabalhar em supermercado, no Grupo Pão de Açúcar, como empacotador. Me casei aos 23 anos com a Gi, meu grande amor, sou muito grato a minha esposa por me apoiar em todas minhas escolhas de vida. Passei por todas as sessões do supermercado. Atuo há 20 anos no ramo, tenho muito orgulho de dizer que trabalho no GPA, grupo varejista do Brasil. Hoje sou Gerente Geral Comercial do Multivarejo. Tenho orgulho de ser negro e de nunca ter desistido de lutar pelos meus sonhos.

ASSERJ: O que o Varejo Supermercadista representa em sua vida?

Gerson Cruz: É uma área apaixonante! Eu não teria palavras para agradecer o que o varejo fez por mim. O varejo foi meu alicerce, sem o varejo hoje eu não seria nada. Nos momentos mais difíceis da minha vida encontrei apoio no varejo. Através desse setor aprendi a tomar minhas decisões, a vencer as dificuldades. Hoje sou bacharel em administração, tenho pós-graduação, e continuo estudando! Vou fazer mestrado, graças ao varejo. Aprendo todos os dias a vencer desafios, e a não desistir. É uma luta continua, todo dia acordo cedo e trabalho para vencer os desafios. Resumindo: O varejo trouxe muito aprendizado para a minha vida, e existem muitas histórias de varejistas como a minha! Colocamos o pão todos os dias na casa dos clientes.
O varejo é a melhor área para se trabalhar!

ASSERJ: O que de mais importante você destaca nesses anos de aprendizado no varejo supermercadista?

Gerson Cruz: O varejo é totalmente feito de gente. Não tem nada mais importante que não sejam as pessoas, e cuidar das pessoas. Uma das partes mais gostosas que tive em trabalhar no varejo supermercadista era quando fui empacotador. Eu ia na casa dos clientes, ajudava a guardarem as compras,lidava muito com pessoas. Quando me tornei gerente vi que o varejo nos ensina a ouvir, a ser humilde, trabalhar em equipe, nenhuma área consegue atuar sozinha. Aplico esses aprendizados com minha esposa, com minha família. Um aprendizado que o varejo me trouxe é saber valorizar as pessoas. No GPA temos um processo de formação de pessoas, e de fato, cuidamos delas. Temos um clima muito bacana para trabalhar.

ASSERJ: Fale sobre a iniciativa de promoverem a Semana da Diversidade.

Gerson Cruz: A Semana da Diversidade foi lançada esse ano com o tema ‘Igual é ser diferente como todo mundo’. O Multivarejo, que cuida dos supermercados Extra e Pão de Açúcar escolheu historias para contar que representam a diversidade. No meu caso, representei a diversidade racial, e tivemos outras diversidades como idade e sexo, por exemplo. Independente de gênero e raça, as pessoas têm as mesmas oportunidades dentro do GPA!

ASSERJ: Você é paulista, mas está morando no Rio de Janeiro há alguns anos. Qual é a sua relação com a cidade?

Gerson Cruz: Sou apaixonado pelo Rio, nosso escritório fica dentro do Extra no Maracanã. Somos 100 pessoas, lido diretamente com 60 pessoas, e 40 indiretas. Agora estamos com a Campanha Extra Rosadinha, que tem mais de 30 anos de historia, e é 100% carioca. Diante de um cenário econômico difícil, conseguimos fazer a diferença e colocamos muita energia em tudo. Meu time visitou 60 lojas, todo mundo vestindo a camisa, entregando a bolinha rosinha, com caixa de som, van adesivada. Sou eternamente grato aos times de guerreiros que tive e tenho a honra de liderar. É possível ser feliz e trabalhar no varejo assim, vivemos de energia!

Imagem1IMG_6978

Comment List

  • Anderson Francisco de Jesus Santos 22 nov 2017

    O conheci ainda garoto em uma loja que fica localizada na rua: Carneiro da Cunha no bairro da Saúde em São Paulo, onde fazia minhas compras e residi por muitos anos, tempos depois fui morar em outra região, distante do local em que eu residia. E por coincidência ou sorte minha, morava o Gerson e sua esposa em uma casa ao lado da minha. Em ambos momentos vi nele uma pessoa dedicada, trabalhadora com uma visão positiva da vida. O Gerson sempre demonstrou ser uma pessoa que ansiava o bem, o trabalho e o aperfeiçoamento profissional.
    Muita luz, saúde e sucesso na sua trajetória!

    Reply
  • Jaime Coelho da Silva 29 out 2017

    Conhecir esse garoto adolescente quando participava do grupo jovem na Paróquia Santa Edwiges Sempre o admirei pela força da vontade e pela sua doação aos nossos trabalhos com a juventude da nossa Paróquia; veio de uma família humilde, e nem por isso deixou de brilhar com uma História de sucesso. Que Deus o abençoe sua luta e seu trabalho.

    Reply
    • ASSERJ 30 out 2017

      Olá, Jaime. Que história bacana! Sem dúvidas, o Gerson é um exemplo a ser seguido, nós temos muita admiração pelo profissional que se tornou!

      Reply

Deixe uma resposta