20 jun 2018

Eu amo supermercado: Entrevista com Palmirinha

Culinarista e apresentadora de televisão, Palmirinha chegou ao sucesso aos 60 anos de idade. Conhecida como a vovó mais querida do Brasil, ela ganhou destaque na TV quando participava do programa Note Anote de Ana Maria Braga, na época da TV Record. Após essa experiência, assumiu a TV Culinária, da TV Gazeta, permanecendo ao vivo por 11 anos. Após anos de dedicação diária aos programas de televisão, a culinarista resolveu desacelerar e migrar para a TV fechada, onde a carga de trabalho diminuiria significativamente, comandando por três temporadas o Programa da Palmirinha, no canal Fox Life.

De vida simples, porém de educação familiar rígida, Palmirinha começou a trabalhar muito cedo e foi por meio da sua convivência com Madame Georgette, uma senhora francesa que cuidou dela dos 7 aos 14 anos, que iniciou seu conhecimento em culinária.

Hoje Palmirinha sabe do poder transformador que a culinária teve em sua vida e acreditando nele aceitou dividir seus conhecimentos para outras pessoas por meio do portal EduK, com um web programa de receitas fáceis e práticas para quem quer iniciar uma nova oportunidade de ganhos.

Aos 86 anos de vida, a vovó mais querida do Brasil esbanja carisma e vitalidade. Na ativa, Palmirinha continua lançando seus famosos livros de receitas, totalizando seis títulos até agora. Em dezembro de 2017 realizou outro sonho: ter um negócio ligado a comida que levasse o seu nome, o Casa Vovó Palmirinha.

Confira a entrevista exclusiva onde Palmirinha revela curiosidades sobre sua relação com supermercados, projetos e sugestões para as redes.

SUPER NEGÓCIOS: Qual é a sua primeira memória referente a supermercado?

PALMIRINHA: Quando me casei, no início dos anos 50, ainda não existia supermercado como o que conhecemos hoje. Existiam muitos mercadinhos e armazéns onde as pessoas compravam os mantimentos para o dia a dia e alguns até possuíam as famosas cadernetas onde tudo era marcado e pago em dias combinados com seus donos.

SUPER NEGÓCIOS: Como seria o supermercado dos sonhos para você?

PALMIRINHA: Uma das coisas que sempre me incomodava ao fazer supermercado era a fila nos caixas que já foram maiores quando se tinha que digitar os preços de cada produto. Hoje em dia a coisa está mais moderna, as filas diminuíram, mas ainda não acabaram. Meu sonho, e acredito que de muitas outras pessoas, é poder entrar no supermercado, pegar o que precisa e sair sem ter que esperar em fila para pagar. Outra coisa que acho fundamental é ter sempre um gerente no local para atender os clientes no que for necessário.

SUPER NEGÓCIOS:  Já viveu alguma situação inusitada ou bastante curiosa dentro do supermercado?

PALMIRINHA: Certa ocasião, ao passar no caixa, meu cartão de crédito deu algum problema e não conseguia pagar. O senhor que estava logo atrás de mim se ofereceu para pagar o que aceitei e, posteriormente, fui até a casa dele para lhe devolver o valor.

SUPER NEGÓCIOS: Nos dias de hoje, como é a sua relação com o supermercado? Costuma frequentar bastante? Costuma fazer pesquisa de preços ou tem alguma ‘mania’ muito pessoal?

PALMIRINHA: Adoro fazer supermercado, mas, atualmente, não vou mais com a frequência de antes. Procuro sempre pelos produtos de melhor qualidade e, por facilidade, não costumo fazer pesquisa de preço. Não acho que tenha alguma mania, mas sempre olho a limpeza do local como indicador de qualidade do que ali se vende.

SUPER NEGÓCIOS:  Tem algum projeto profissional que gostaria de realizar com supermercados?

PALMIRINHA: Não tenho nada certo e sei das dificuldades envolvidas, principalmente com a qualidade, mas estou estudando a possibilidade de elaborar produtos com a minha marca para venda nos supermercados.

CAFÉ RECÉM INAUGURADO EM SÃO PAULO SUPERA EXPECTATIVAS

A Casa Vovó Palmirinha foi inaugurada em São Paulo no final de dezembro. Segundo os empresários Gustavo Felipe Quattrone e Sérgio Chamma, responsáveis pelo empreendimento, o movimento superou as expectativas em 15% para este período. Os produtos campeões de venda são os pães de queijo e os bolos em fatias, sendo o bolo de milho cremoso o mais pedido. O café também é campeão de fãs da Palmirinha que aparecem por lá para ver se dão a sorte de encontrá-la para um abraço e uma selfie. “Ouvimos tantas histórias e declarações carinhosas para a Palmirinha, que acabamos nos emocionando junto com os clientes”, revela Sérgio Chamma, Diretor de Operação.

Deixe uma resposta