rodovia-do-frango
03 mar 2016

Edital da “rodovia do frango” sai até início de abril, diz secretária de Transportes

O edital do leilão de concessão da chamada “rodovia do frango”, ligando Paraná e Santa Catarina, deve ser publicado entre o fim de março e início de abril e o leilão deve ocorrer 90 dias depois, disse à Reuters a secretária-executiva do Ministério dos Transportes nesta terça-feira.

O edital será publicado com os ajustes solicitados pelo Tribunal de Contas da União (TCU), disse Natália Marcassa em entrevista exclusiva à Reuters, acrescentando que espera que o leilão seja realizado até meados de julho.

A chamada “rodovia do frango” inclui quase 400 quilômetros de trechos das BRs 476/153/282 e 480 entre o Paraná e Santa Catarina, e é fundamental para escoar a produção carnes e grãos do Brasil.

Segundo a secretária, o prazo maior entre a publicação do edital e a licitação –normalmente de cerca de 30 dias– foi uma solicitação dos próprios investidores e deve passar a ser um padrão nas licitações da área de logística.

“Isso foi um pedido de vários investidores, inclusive investidores estrangeiros, por conta do processo decisório das empresas”, disse.

Segundo ela, as solicitações feitas pelo TCU são relativamente simples de serem atendidas e “a gente acha que consegue fazer as alterações solicitadas em março”.

Ela disse que há investidores interessados nesse primeiro leilão, que atende regiões produtoras importantes do agronegócio.

Além desta licitação, outras três rodovias devem ser ofeceridas ao mercado ainda este ano: o trecho das BRs 364 e 365 entre Goiás e Minas Gerais, que já está em análise no TCU; o trecho das BRs 364 e 060, entre Mato Grosso e Goiás; e o trecho da BR 163 entre Sinop (MT) e Miritituba (PA).

Segundo Natália, o fato de o Brasil ter perdido o grau de investimento “não afeta tanto” os investimentos em logística. “No nosso setor não afetou tanto. Como é muito fechado, nunca teve muitos fundos externos investindo. Então afeta menos. Quem nos olha mais, que são os investidores russos e chineses, não tem muito essa restrição”, disse.

FERROVIAS

Natália disse que o governo deve realizar pelo menos um leilão para construção de nova ferrovia este ano, o do trecho previsto para ligar Lucas do Rio Verde (MT) a a Miritituba (PA).

“Essse leilão tem condição técnica de ocorrrer este ano. Os estudos já estão quase finalizados, abriríamos audiência pública e depois mandamos para o TCU, em abril. Há tempo suficiente para fazer este ano”, disse.

Também estão sendo finalizados os estudos de viabilidade da parte brasileira da chamada “Ferrovia Bioceânica”, a serem entregues em junho, disse.

A ferrovia, anunciada no ano passado durante a visita de delegação chinesa a Brasília, tem como objetivo ligar a ferrovia Norte-Sul ao Pacífico, facilitando o acesso aos mercados asiáticos.

Fonte: Reuters

Deixe uma resposta