01 fev 2019

ASSERJ assina termo de cooperação técnica com o PROCON-RJ

Nesta sexta-feira (01/02), o presidente da Associação de Supermercados do Rio de Janeiro (ASSERJ), Fábio Queiróz, e o presidente do Procon Estadual, Cássio Coelho, assinaram um termo de cooperação na sede da autarquia.
A partir da próxima terça-feira (05/02), a Associação passa a integrar o Projeto Expressinho, uma área do setor de conciliação na sede do Procon-RJ (Av. Rio Branco, 25, 5° Andar – Centro – Rio de Janeiro) que reúne diversos representantes de empresas e organizações para procurar resolver, no momento da reclamação, as queixas a elas associadas. A assinatura do termo também contou com a presença da gerente jurídica da ASSERJ, Ana Paula Rosa.

Atualmente o Expressinho reúne representes de sete empresas – Itaú, Bradesco, Santander, Caixa Econômica, Light, Oi e Claro/Net/Embratel. Com seus representantes já presentes quando o consumidor faz a queixa ao funcionário do Procon, a conciliação entre cliente e empresa – mediada pelos advogados da autarquia – acontece já naquele momento. Nestes casos, na maioria das vezes o problema do consumidor é resolvido no mesmo dia. Em 2018, a média de solução dos casos envolvendo as empresas do Expressinho foi de 92%.

Foto: Cássio Coelho, presidente do Procon-RJ, e Fábio Queiróz, presidente da ASSERJ / Divulgação

Com a entrada da ASSERJ no Expressinho, o consumidor terá acesso, na sede do Procon-RJ, a uma solução mais rápida a boa parte das queixas ligadas as principais redes de supermercados de todo o estado do Rio – entre diversas outras, fazem parte da associação as redes Prezunic, Guanabara, Mundial, Pão de Açúcar, Carrefour, Walmart, Supermarket, Zona Sul, MultiMarket e Rede Economia. A Asserj representa mais de 1.500 estabelecimentos no Rio de Janeiro.

O presidente da ASSERJ apoia a iniciativa do Procon-RJ. “Facilitar a conciliação no ato da reclamação é o melhor caminho. Isso diminui a necessidade de abrir processos administrativos, reduz a burocracia e o custo da máquina pública, além de efetivamente alcançar o objetivo mais rápido”. Fábio Rossi Queiróz, que também é um dos vice-presidentes da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), elogiou o caminho escolhido pela autarquia de ampliar o diálogo com a empresas sem abrir mão da legalidade administrativa. “Tenho certeza que a meta do Procon-RJ será alcançada”, afirmou.

Via PROCON-RJ

 

 

 

Deixe uma resposta