07 jun 2018

ASSERJ Conecta bate recorde de público

Na última quarta-feira, 06/06, a ASSERJ realizou a primeira edição de seu encontro de tecnologia para varejistas no Rio de Janeiro, e reuniu mais de 600 pessoas no Hotel Windsor Barra. O ASSERJ Conecta bateu o recorde de público e cumpriu o seu propósito: propagar conhecimento, provocações e insights para a transformação digital das empresas. “Mais do que realizar eventos rentáveis para a associação, queremos promover iniciativas que entregam conteúdo. Há muitos mitos sobre a tecnologia que precisam ser quebrados, vamos desmistificar isso hoje”, disse Fábio Queiróz, presidente da ASSERJ, em seu discurso de abertura.

Com o auditório lotado de líderes de associações, diretores supermercadistas e profissionais de diversas áreas do varejo, o ASSERJ Conecta começou com a palestra impactante e disruptiva de Romeo Busarello, diretor de marketing de ambientes digitais Tecnisa e professor da ESPM e INSPER. “As escolas ensinam o que é certo, você faz o que dá certo. Hoje 10% do meu tempo é tendência, e 90% é pendência, porque a pendência de amanhã é a tendência de ontem”, destacou. Para Busarello, a principal tecnologia do século XXI é a “tecnologia de gestão”, e fez um alerta para as empresas estarem alinhadas com o “espírito da época”, traduzido como Zeitgeist (termo alemão para tudo aquilo que caracteriza um período específico).

Outro ponto de atenção provocado por Busarello foi a preocupação das empresas com o hoje, em bater metas para o ano, quando na verdade o que é preciso é uma mudança de mentalidade. “Vocês superestimam demais o ano, mas todos subestimam a década”, frisou.  O executivo usou como exemplo o app do Pão de Açúcar, de acordo com Busarello, em 2023 o aplicativo vai valer mais do que a própria rede.

Ainda na parte da manhã o assunto e-commerce e as tendências para as lojas físicas foi debatido em painel com Ademilson J. Andreu, diretor de controle operacional do Supermercado Zona Sul, e Sérgio Gaitotto, da Keyrus, mediado por Sílvio Sousa, diretor comercial e sócio da Consinco. O Zona Sul foi a primeira rede do Rio de Janeiro a implementar o e-commerce, há 20 anos atrás. Hoje esse modelo de negócio representa 5% do faturamento da empresa, que investe também na inclusão de self checkouts. “Temos 10 lojas operando com self checkouts, e até 30% dos tickets transitam por lá”. Outro diferencial do Zona Sul é o recebimento de pedidos de compras via WhatsApp, que já representa 1% da demanda delivery da rede.

Fechando a parte da manhã o ASSERJ Conecta promoveu painéis sobre o avanço das transformações digitais, e como potencializar vendas e evitar perdas, respectivamente com Paulo Takahashi, da Zebra Technologies, Jean Paul Rebetez, do Grupo Gouvêa De Souza, e Eli Souza, Gerente de Projetos RGIS. Rebetez destacou que as empresas hoje geram uma enorme quantidade de dados (analytics) mas que esses números ficam “sem dono”, e que o desafio atual é saber como lidar com essas informações, e conhecer cada vez mais o consumidor.

Mais de 20 empresas de tecnologia marcaram presença no evento com stands e apresentaram novidades e serviços para otimizar e simplificar o varejo, como Unilever, Office Total, Ticket e Consinco.

Confira a galeria da parte da manhã.

Deixe uma resposta