capita-carlos-alberto-torres-asserj-superrio
29 jun 2017

O adeus de um grande líder

Foi das mãos de Carlos Alberto Torres que Fábio Queiróz, presidente executivo da ASSERJ, recebeu uma braçadeira de capitão durante a 28ª Super Rio Expofood, em março deste ano. O gesto não poderia ter sido mais significativo, afinal o presente veio do eterno Capita, que também era o embaixador da feira.

– O Capita era uma pessoa cheia de histórias e os que o cercavam tinham o privilégio de se deliciar com elas. Sorriso fácil, sincero e um homem generoso que unia as pessoas ao seu redor. Perdi um amigo, um parceiro e um ídolo. Que a família tenha fé e força nesse momento – expressou Queiróz.

Em 1970, foi o Capita quem liderou a Seleção Brasileira durante a conquista do tricampeonato mundial. Este ano, foi a vez do craque comandar uma palestra na Super Rio Expofood sobre o assunto que ele mais entendia: liderança. O mais jovem capitão a erguer o troféu da Copa do Mundo, na época com 25 anos de idade, discursou também sobre treinamento, ações motivacionais, gestão e cumprimento de metas.

– No time de 70, eu era jovem, mas tinha um bom relacionamento com todos os companheiros e virei uma referência, o que me levou a ser capitão. Isso mostra que liderança, apesar de poder ser aperfeiçoada, é uma característica natural que alguns possuem – disse o Capita na Super Rio Expofood.

O ex-jogador teve a chance de atuar com craques como Pelé, Zico, Coutinho, Gilmar, Mauro e Pepe, entre outros, mas foi ele quem ficou conhecido como o grande comandante, o Capita do melhor time de todos os tempos. Carlos Alberto Torres acreditava que para ser líder é preciso falar e ser expansivo. Ele também dizia que a liderança é algo natural: alguém é ou não é líder.

– Conversava muito com meus companheiros, isso era da minha personalidade. Tanto que quem me encontra na rua me chama de capitão ou capita, e é gratificante pra burro ser reconhecido assim até hoje! Tenho orgulho de ter sido um bom capitão quando percebo a reação das pessoas ao me verem e sinto o carinho que demonstram por mim.

– dizia ele.

Carlos Alberto Torres foi um líder e será para sempre lembrado como Capita da Seleção Brasileira e o grande embaixador da Super Rio Expofood.

One Comment

  • Wellington Ribeiro. 26 de outubro de 2016

    Bom dia.

    O grande lider e aquele que em suas decisões alcança os grandes e decidiu para todos os níveis;
    Não ofende a nenhuma das classes;
    Assim agradece ao final de cada dia por tudo que fez;
    O agradecimento a Deus por permitir decidir falar, ouvir, enxergar e caminhar!

    Tenha todos um excelente dia!

    Graças a Deus.

    Reply

Deixe uma resposta