27 set 2018

Varejistas criam órgão para representar setor de prevenção de perdas econômicas no Brasil

ASSERJ mediou painel executivo durante fórum que lançou a Abrappe

Um painel de discussão econômica com alguns dos principais líderes do varejo marcou o lançamento da Associação Brasileira de Prevenção de Perdas (Abrappe) com a divulgação da pesquisa de perdas com maior segmentação no setor varejista em 2017. A Associação dos Supermercados do Estado do Rio de Janeiro (ASSERJ) faz parte do Conselho Deliberativo do órgão, que tem como objetivo contribuir com a redução das perdas e o aumento da rentabilidade do varejo e da indústria no Brasil.

Mediando o Painel Executivos de Prevenção de Perdas, a Superintendente da ASSERJ, Keila Prates, destacou a nova atuação do profissional de perdas do varejo como um agente no aumento da margem de lucro. “Atualmente há perdas de 1,91% dos produtos nas lojas e 0,09% nos Centros de Distribuição. Como em alguns segmentos a margem líquida varia de 1,5% e 2%, essas perdas são muito significativas para a rentabilidade do negócio, sendo necessário a atuação da área de prevenção de perdas”, afirmou Keila.

Participaram do painel, entre outros, o diretor de Riscos e Perdas do Carrefour Brasil, Jérome Mairet; o diretor de Prevenção de Perdas do Makro, Marcelo Soares; o gerente executivo de Auditoria Interna, Riscos, Prevenção de Perdas e Assuntos Regulatórios na Drogaria São Paulo, Erlon de Jesus Lisboa; o gerente de Prevenção de Perdas/Auditoria Operacional da Riachuelo, Lenivaldo Barros; e a diretora Risco Corporativo da Drogaria Araújo, Cristiana Araújo.

Índice de perdas no varejo foi apresentado durante o Fórum

O setor supermercadista teve perda média de 1,94% em 2017, segundo pesquisa da Abrappe, com apoio da ASSERJ, divulgada semana passada. Destes, 0,91% são perdas não identificadas, e os outros 1.03% são perdas já são conhecidas do setor, como quebras operacionais, vencimento, avaria, deterioração etc. Ainda segundo a pesquisa, o varejo teve perda média de 1,29% do faturamento total em 2017, representando quase R$ 20 bilhões em todo o setor varejista – menor do que em 2016, que fechou com 1,32%.

Segundo o presidente da Abrappe, Carlos Eduardo Santos, prevenir perdas é um grande desafio para as redes varejistas e mesmo as indústrias. “Nossa ideia é discutir o assunto de forma mais profunda e abrangente, trocando experiências e, principalmente, disseminando a cultura da prevenção, já amplamente destacada na Europa e Estados Unidos”, diz Santos.

ASSERJ oferece curso de prevenção de perdas para o varejo

Com data prevista para 10 de outubro, o curso Prevenção de Perdas na Operação da Loja tem carga horária de 8 horas e é oferecido pela Escola ASSERJ. O objetivo é sensibilizar os profissionais para a importância de prevenir perdas nos diversos setores varejistas e seu impacto no resultado da empresa. Associados têm descontos a partir de 25%. Para mais informações, ligue (21) 2584-6339 ou (21) 96425-3672, ou também pelo e-mail escola@asserj.com.br.

Deixe uma resposta