Câncer de Mama
10 out 2016

ASSERJ na luta contra o câncer de mama

Outubro Rosa chama atenção contra a doença e importância do diagnóstico precoce

Na última década do século 20, a Fundação Susan G. Komen for the Cure criou o laço rosa e o distribuiu para os participantes da primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova York, em 1990.  Em 1997, entidades das cidades de Yuba e Lodi, nos Estados Unidos, começaram efetivamente a comemorar e fomentar ações voltadas a prevenção do câncer de mama e denominaram como Outubro Rosa. Todas ações eram e são até hoje direcionadas a conscientização da prevenção pelo diagnóstico precoce. Para sensibilizar a população inicialmente as cidades se enfeitavam com os laços rosas, principalmente nos locais públicos, depois surgiram outras iniciativas como corridas, desfile de modas com sobreviventes de câncer de mama, partidas de boliche e etc. A ação de iluminar de rosa monumentos, prédios públicos, pontes, teatros e etc. surgiu posteriormente, uma forma prática para que o Outubro Rosa tivesse uma expansão cada vez mais abrangente para a população e que, principalmente, pudesse ser replicada em qualquer lugar, bastando apenas adequar a iluminação já existente.
A popularidade do Outubro Rosa cresceu e se espalhou pelo mundo de forma bonita, elegante e feminina, motivando e unindo diversos povos por uma  nobre causa. A ASSERJ não poderia ficar de fora e aderiu ao movimento mundial para chamar atenção para a realidade atual do câncer de mama e a importância do diagnóstico precoce. Não fique de fora você também!

 

 

Deixe uma resposta