15 out 2018

Falconi Responde: Desafios nas empresas com as inovações tecnológicas

Confira a coluna FALCONI RESPONDE publicada na revista SUPER NEGÓCIOS sobre o impacto das transformações tecnológicas nas empresas.

Com as inovações tecnológicas, o setor de RH encontra novos desafios na gestão de pessoas. Como preservar, e tornar cada vez mais eficazes, as conexões humanas dentro das empresas?

Em primeiro momento, é importante que a área de RH perceba qual seu novo papel e como deve atuar neste novo momento em que vivemos. Cada vez mais deixar de ser uma área de Recursos para uma área de Humanos com Recursos. Isto significa sair da atividade operacional / transacional do dia a dia para um papel mais estratégico, focado nas necessidades do negócio, dos clientes internos e externos, e que seja geradora de resultados como qualquer área fim de uma organização. Como? Tendo as pessoas certas no lugar certo, fazendo o que é certo, sendo treinadas para isto e motivando a geração de resultados.

As conexões entre pessoas passarão a ser mais fortes ainda do que foram antes, pois a tecnologia propicia esta forma de interatividade, de uma forma diferente, mas muito mais intensa. A conexão via redes sociais internas e externas, o uso da inteligência analítica para a tomada de decisão (people analytics), sendo o futuro muito diferente do que fizemos no passado até hoje. Antes as conexões humanas aconteciam de forma direta, pessoa a pessoa. Agora se intensificaram via rede. Uma rede que pode ser potencialmente infinita sob o ponto de vista de relações.

As informações, antes estanques e analisadas de forma isolada, agora estão integradas em sistemas de inteligência que permite tomar decisões mais assertivas sobre cada indivíduo. Passamos a conhecer nosso colaborador não só por idade ou formação, mas onde mora, com quem se relaciona, quem produz mais por idade, gênero, geografia, formação. O mesmo vale para benefícios e remuneração, tendo dados integrados e conectados em uma grande plataforma onde a análise é rápida e os dados são cruzados de forma inteligente.

Josué Bressane Jr. – Consultor Falconi

O RH deixa de ser um processador de informações para ser um decisor baseado em análise mais fidedigna de milhares de centenas de dados. Decisões certeiras que transformam em resultados concretos. E as relações humanas se fortalecem através de uma grande rede, que se for muito bem gerenciada pode se tornar uma forma motriz imbatível para a busca da real necessidade e felicidade das pessoas.

Conteúdo exclusivo da revista SUPER NEGÓCIOS (setembro/18)

Deixe uma resposta