capa-supermercados-acumulam-queda-nas-vendas-em-2017-34437
05 jun 2017

Vendas do setor supermercadista registram alta de 0,50%

As vendas do setor supermercadista em valores reais acumulam alta de 0,50% de janeiro a abril, na comparação com o mesmo período do ano anterior, de acordo com o Índice Nacional de Vendas ABRAS, apurado pelo Departamento de Economia e Pesquisa da entidade, divulgado hoje (31).

Em abril, as vendas, deflacionadas pelo IPCA/IBGE, apresentaram alta de 4,06% na comparação com o mês de março e alta de 6,27% em relação ao mesmo mês do ano de 2016.

Em valores nominais, as vendas do setor registraram alta de 4,20% em relação ao mês de março e, quando comparadas a abril do ano anterior, alta de 10,65%. No acumulado do ano, as vendas cresceram 5,25%.

“A alta nas vendas em abril já era esperada devido à Páscoa. No acumulado do ano, verificamos que o setor já começa a dar um leve sinal de crescimento. Os empresários supermercadistas têm trabalhado muito para manter suas vendas ativas. A inflação tem diminuído, o que favorece o poder de compra, mas o País continua vivendo uma instabilidade econômica e política, ainda com elevada taxa de desemprego, o que impacta diretamente na renda da população”, afirma o presidente da ABRAS, João Sanzovo Neto.

  Abrasmercado

No mês de abril, a cesta de produtos *Abrasmercado, pesquisada pela GfK e analisada pelo Departamento de Economia e Pesquisa da ABRAS, registrou alta de 0,99%, passando  de R$ 465,55 para R$ 470,16. Já no acumulado do ano, de janeiro a abril, a cesta apresentou alta de 1,05%.

 

As maiores altas de preço no mês de abril foram registradas em produtos como: tomate, batata, farinha de mandioca e cebola. Já as maiores quedas foram nos itens: óleo de soja, desinfetante, feijão e leite em pó integral.  Confira a tabela abaixo:

Regiões

Em abril, três regiões apresentaram alta: Sudeste (2,38%), Sul (2,06%) e Centro-Oeste (0,69%). As maiores quedas foram registradas no Nordeste

(-0,14%) e na Região Norte (-0,12%).

 *Abrasmercado (cesta composta por 35 produtos mais consumidos nos supermercados: alimentos, incluindo cerveja e refrigerante, higiene, beleza e limpeza doméstica).

 

Fonte: Portal ABRAS

 

Deixe uma resposta